Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2005

saudades tuas



-"Tens tido saudades minhas?", perguntou ela
-"Que queres que te diga?"
-"A verdade. Qualquer que seja a resposta, vai custar-me muito."
-"Há momentos em que sinto muito a tua falta.", respondeu ele
-"Também eu..."
Ficaram em silêncio, com os olhos marejados de lágrimas.

Há amores impossíveis de realizar...
publicado por floreca às 19:06
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De Anónimo a 5 de Abril de 2005 às 14:27
Oi, tudo bem?
Meu nome é Aline. Achei seu blog procurando a música Iris no google. Daí, li seus textos e esse em especial me emocionou. Li alguns dias antes de saber que o meu amor me deixaria. Eu sempre pensei que as coisas começavam e acabavam. Depois dele passei a acreditar que há amores infinitos, porém impossíveis de realizar.Aline
</a>
(mailto:amc.personal@petrobras.com.br)


De Anónimo a 15 de Janeiro de 2005 às 22:19
Mais uma razão para dizer que palavras não levam sentimentos e pensamentos.
beijoquinhas e até....
passa pelo meu blog e dá uma mergulho no meu oceano, passa tb pelo outro meu site: salepimenta.blogs.sapo.pt e se puderes peço-te o favor de recomendar os sites aos teus amigos.
Chauxau.
António SoaresAntónio Soares
(http://oceanosemfim.blogs.sapo.pt)
(mailto:antoniopiressoares@hotmail.com)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 19:37
Bem como eu senti as tuas palavras..como eu conheço esse dialogo... como eu sei o que sao esses sentimentos..sera que existem mesmo amores impossiveis? excelente blog*************Moranguita
(http://www.thepagesinyourdiary.blogs.sapo.pt)
(mailto:ninadalua@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 18:03
É triste termos noção dessa realidade, que efectivamente existe**PaperFlower
(http://www.paperflower.blogs.sapo.pt)
(mailto:hybryx_s_666@iol.pt)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 18:02
É pena que assim seja...mas é a pura da verdade. beijosmusa6
(http://assimsoueu.blogdrive.com)
(mailto:musa6@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 10:13
No fundo todos os amores são impossíveis de realizar menos aqueles que são recíprocos. E isso não tem problema nenhum. O pior é quando à reprocidade se junta a impossibilidade.
Beijinhos.Nilson
(http://nimbypolis.blogspot.com)
(mailto:nimby33@hotmail.com)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 10:05
Como é o meu... E cada vez o vejo mais distante, e já não encontro em mim forças para lutar! Vi neste post o meu reflexo... Beijinhos!Sol
</a>
(mailto:solsoleil@hotmail.com)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 09:14
Não concordo. Se for amor, não será impossível de realizar. Caso contrário, não é Amor. Pelo menos para uma das partes, não é. Beijos grandes. FlyFly_Away
</a>
(mailto:kioko_koizo@hotmail.com)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 09:03
Se há, flor! Hoje senti este post como se tivesse saído de mim, das minhas mãos, das minhas saudades... :(Vulcão
(http://devaneio.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Vulcao_Bahia@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 08:34
Pois há. Por isso o melhor é encontrar outros de realização possível.
E mainada! Pronto, hoje estou mázinha. Beijos doces para ti :-)Lola
(http://ascoisasquegosto.blogspot.com/)
(mailto:marianal30@hotmail.com)


Comentar post