Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2004

Não entendo...

Não consigo entender como se diz a alguém "amo-te" e não se tenta realizar esse amor...
publicado por floreca às 07:26
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 26 de Fevereiro de 2004 às 20:03
Sabes, Gata, por vezes também me custa esta situação, para mim muito real. Outras vezes entendo as justificações... e até as apoio. Mas nos momentos em que me sinto menos bem, custa tanto saber que há alguém que tanto gosta de mim e se recusa a dar um passo em frente... floreca
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 26 de Fevereiro de 2004 às 14:50
eu também não entendo... e revolta me...!gata
(http://ninhodagata.weblog.com.pt)
(mailto:)


De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2004 às 06:50
Quando te leio, não consigo evitar um sorriso e uma lágrima...floreca
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2004 às 01:47
não resisto a mandar um olá à sónia e à oférlia. E um beijo à florinha mais linda do mundo :-)
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2004 às 20:33
Olá Ofélia e Sónia:-) É tão difícil entender os nossos sentimentos... floreca
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2004 às 13:59
Às vezes realizar o amor implica perda de nós proprios, e nem toda a gente está disposta a fazê-lo... um beijinhosonia
(http://gordinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:soniadealmeida@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2004 às 13:34

Floreca, olá.
Às vezes é uma questão de tempo...outras nem tanto. Quem diz "amo-te" e não age não está necessariamente a mentir. Pode é temer a perda do "conforto" q uma decisão implicará...Ofélia
</a>
(mailto:ledamadrugada@yahoo.com)


Comentar post