Sábado, 31 de Julho de 2004

Viciada em ti


és o meu vício, sem o qual já não sei estar
é contigo que adormeço, é por ti que acordo
és a minha calma, a minha euforia
és o meu descanso, o reboliço na minha vida
és a chama que arde, és a brisa que a apaga
és a minha sede, és a gota que a sacia

és amor, és amigo, és desejo


publicado por floreca às 03:04
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quinta-feira, 29 de Julho de 2004

Felicidade


Hoje apetece-me escrever sobre a felicidade.
Comecei por deixar um importante e profundo conselho sobre este assunto no Levemente Irónico.



Mas acho que tenho mais a dizer: talvez seja importante vivermos os momentos bons que temos na nossa mão, sem pensar no dia de amanhã.


Por vezes racionalizar demasiado tira a beleza a pequenas coisas da vida.


E esquecemo-nos de ser felizes, mesmo que por instantes...

publicado por floreca às 20:44
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito

Nos teus braços...


hoje já não tenho mais palavras para te dizer...


só quero ficar assim, perdida nos teus braços

publicado por floreca às 04:54
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Quarta-feira, 28 de Julho de 2004

Palhaços


Quantos de nós somos como os palhaços...

...que nos fazem rir quando estamos tristes?

...que riem para esconder as lágrimas?

...que brincam para não mostrar o desespero?

...que alegram as nossas vidas como gostariam de fazer às deles?

Quantas vezes somos palhaços apenas para manter o equilíbrio?

publicado por floreca às 20:05
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Terça-feira, 27 de Julho de 2004

Sai um beijo...

...a pedido da Violeta:-)



Hoje o tempo não deu para mais... mas foi por uma boa causa!

Não, não foram beijos... eheheh

publicado por floreca às 20:09
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Segunda-feira, 26 de Julho de 2004

à tua espera


será o calor

ou será apenas desejo

que me deixa neste estado

de loucura

à espera do teu beijo?



publicado por floreca às 01:16
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito

Uma carta de amor

hoje queria escrever-te uma carta de amor,
queria conseguir transformar sentimentos em palavras...

mas essa carta está escrita no meu sorriso, no brilho dos meus olhos...

só precisas de olhar para mim para leres mil palavras de amor...




Escrito para o Blogue de Cartas.

publicado por floreca às 00:47
link do post | comentar | favorito
Domingo, 25 de Julho de 2004

Rica tarde de domingo...

Isto de passar um domingo agarrada ao computador a trabalhar, tem que se lhe diga!
A verdade é que tenho algumas coisas para entregar hoje (já o fiz) e amanhã (falta um bocadinho...).
Para ajudar, a EDP resolveu cortar a luz aqui nas redondezas, durante mais de duas horas. Foi óptimo, estar a escrever e de repente... puff!!!
Pior ainda foi o tempo de espera, sabendo o quanto tinha ainda para fazer... é o que faz, não ligarmos a frases como "não deixes para amanhã o que podes fazer hoje"...
Ou será "não faças hoje o que podes deixar para amanhã"?
Bem, regressando ao trabalho... que isto foi apenas uma pequena pausa!
Bom domingo para todos:-)

publicado por floreca às 18:02
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 24 de Julho de 2004

Ciúmes

Os ciúmes são uma coisa muito engraçada.
Eu sou uma ciumenta incorrigível, desde pequenina. Não posso ver ninguém chegar perto das pessoas de quem gosto, que mostro logo as minhas garras!
Há uma dose de ciúmes que até nos faz bem, vai-nos fazendo sentir que a pessoa em causa continua a ser importante para nós. Acho que, se um dia deixar de sentir ciúmes da pessoa que amo, é sinal de que já não existe amor...
Da mesma forma, sabe-me bem saber que também sentem ciúmes de mim. Não exagerados, que revelem falta de confiança, mas aqueles ciúmes que provocam em mim um sorriso de ternura.
Confesso que, por vezes, até pico a pessoa em causa, só para ver a reacção... sou mesmo mazinha!!!
Hoje, quando acordei, deparei-me com várias mensagens carregadinhas de ciúmes... e souberam-me tão bem!
Pelo menos, comecei o dia com um sorriso imenso...



a imagem é só uma brincadeira;-)

publicado por floreca às 08:26
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
Sexta-feira, 23 de Julho de 2004

Sem inspiração...

...de novo!!
Isto de só saber o que escrever quando estou triste, é uma chatice!!!
O tempo também tem sido pouco, que tenho tido bastante trabalho e tenho passado pouco tempo em casa.
Estou a tentar escrever com o gato a mexer no teclado... uma aventura!!! Já tive de apagar várias letras que ele foi "escrevendo"... Devo ter o gato mais doido que existe!!!
Mas é uma excelente companhia. Só é pena que tenha vocação para cão... e que goste tanto de morder!
Assim sendo, e já que nada disse, um bom dia para todos. Lá pelo final da tarde devo estar de volta:-)


publicado por floreca às 09:24
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
Quinta-feira, 22 de Julho de 2004

De volta!

solsorriso.jpg


Os blogs estão a funcionar de novo, finalmente!
Estiveram estragados por pouco mais de 24 horas, mas fizeram falta!
Andámos todos por aqui a querer comentar, a querer brincar uns com os outros... e nada!
Estava tudo em branco, escreviamos e nada aparecia...
Será que isto é mesmo um vício? Ou apenas uma forma de passar o tempo... sem a qual já não podemos passar?
Eu gosto de andar por aqui. Para além de escrever o que me vai na alma, gosto da brincadeira que tantas vezes aqui surge...
Para já, estamos todos de volta:-)

publicado por floreca às 21:07
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Quarta-feira, 21 de Julho de 2004

Experimentando

Parece que estamos mal, hoje... isto funciona, ou não?

Os comentários ainda não... :-(
publicado por floreca às 22:19
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

dúvidas...

Por que razão não podemos seguir apenas o coração?


publicado por floreca às 08:48
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 20 de Julho de 2004

Bom dia:-)

Tenho tido uns dias de descanso, que bem me têm sabido.
Tenho andado ocupada com algumas tarefas da escola, mas em ritmo bem mais leve que o de há uns dias atrás. A partir de hoje vou retomar o trabalho, mas como vou fazer algo de que gosto, não me queixo!
Tenho passado os meus dias a passear, ver televisão (como já há muito não me lembrava de fazer), a dormir, a escrever... tudo sem horas, já que estou sozinha em casa.
Não seria capaz de estar assim por muito tempo, mas depois do ritmo acelerado com que andei há algumas semanas atrás, é aquilo que realmente me sabe bem!
Agora só me falta começar a fazer praia, que o tempo tem estado muito bom...
Um bom dia para todos:-)

publicado por floreca às 08:21
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito

Reencontro


Reencontrei-te numa noite qualquer, num qualquer local.
Os nossos olhos cruzaram-se, as nossas almas prenderam-se...
As palavras que saíam dos nossos lábios depressa se tornaram beijo... um beijo de saudade, um beijo de desejo... um beijo e depois outro...
As nossas mãos perderam-se na urgência de se unirem...
Procurámos abrigo para os nossos corpos ardentes, ansiosos por voltarem a ser um só...
Inventámos desejos, descobrimos prazeres...
Fomos entrega, fomos loucura...
Num abraço repousámos, num olhar vimos o amanhecer...


Escrevi isto para o Levemente erótico, mas hoje resolvi colocá-lo aqui, que é o cantinho onde gosto de guardar aquilo que vou fazendo...
publicado por floreca às 07:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 19 de Julho de 2004

um momento


fecho os olhos
mergulho num sonho...

lembro o teu olhar
o teu cheiro
o sabor da tua pele
reinvento o teu beijo
os teus dedos suaves
no meu corpo
sinto o teu desejo
e o meu
misturados
saciados...

és meu, sou tua
num momento
perdido no tempo


publicado por floreca às 03:04
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
Domingo, 18 de Julho de 2004

multiplicidades

sinto-me dividida
algures entre
o certo e o errado
o correcto e o incorrecto
o amor e a indiferença
a culpa e a desculpa
a amizade e o desejo
o riso e a apatia
o sonho e o despertar
o aconchego e a ilusão
a ausência e a presença
a dor e a vontade
o esforço e a derrota
o querer e o ter
o viver e o adormecer



publicado por floreca às 10:04
link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito
Sábado, 17 de Julho de 2004

When a man loves a woman

WhenAManLovesAWoman.jpg

Acabei agora de rever este filme, com a Meg Ryan e o Andy Garcia.
Ao vê-lo, pensei bastante. Pensei, por exemplo, até onde podemos ir se realmente amamos alguém.
Pergunta difícil, tenho a certeza.
Ou será que é tão fácil por ser tão óbvia?
Se realmente amamos, não há limites...
Mas quantas vezes pensamos que é amor, se o que existe é desejo e amizade?
E, se é amor, até que ponto o podemos silenciar, em nome de outros valores?

publicado por floreca às 03:05
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Sexta-feira, 16 de Julho de 2004

Escrever o quê?

Hoje não sei bem o que escrever.
Lembrei-me de escrever uma carta... mas não seria para enviar.
Pensei escrever sobre ausências... mas de certeza que ía magoar alguém.
O que não seria novidade, diga-se.
Podia escrever sobre esse hábito terrível que eu tenho, de magoar as pessoas de quem gosto... mas depois do mal feito, de nada serve.
Podia falar de dúvidas e incertezas que nos levam a tomar decisões absurdas.
Podia escrever sobre vários tipos de amor e da forma como podem existir em simultâneo.
Podia explicar como é possível amar duas pessoas ao mesmo tempo.
Mas hoje as palavras só saem aos bocados, sem nexo.
Ou talvez seja eu, que apenas não sei muito bem o que quero...


publicado por floreca às 07:49
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quinta-feira, 15 de Julho de 2004

só amar, não chega

Cântico IV
Tu tens um medo:
Acabar.
Não vês que acabas todo dia.
Que morres no amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo dia.
No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas.
Até não teres medo de morrer.
E então serás eterno.

Cecília Meireles
(deixado pela Violeta nos comentários)


Todos temos medo ao pensar que pode acabar o que nos traz alguma felicidade, mesmo que pouca.
Sentir que há alguém que nos ama, que se preocupa connosco, que nos enche de carinho... é das melhores coisas que temos na vida.
Mas o amor não pode ser, eternamente, feito de palavras.
Quando se ama, há entrega, há partilha.
O amor não pode ser egoísta...

publicado por floreca às 20:51
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30
31


os outros

Corpos e Almas
O meu Mundo:-) I
o cantinho da nena
Blogue de Notas

mais sobre mim

artigos recentes

The one that got away

e vão..

Feliz Natal

I'm all alone and I need ...

Der Himmel soll warten

Fim-de-semana

Just breathe...

Datas

46

ok, eu não digo nada!

tema

blogs

dicas

ensino

filme

melhor canção de amor

música

natal

teste

vídeo

todas as tags

arquivos

Agosto 2013

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Maio 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Dezembro 2003

contacto

e-mail

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

subscrever feeds


referer referrer referers referrers http_referer